Últimas Notícias:

Foram encontradas mais fendas nos B737 NG dos que as inicialmente detectadas


 

De acordo com informações da agência Reuters, a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) informou que está actualizar as suas directrizes para as inspecções de fendas estruturais nos aviões Boeing 737 NG, porque foram encontradas trincas em outras partes para além das anteriormente indicadas.

A Boeing indicou após concluir as primeiras inspecções dos B737 NG com um grande número de descolagens e aterragens, que foi encontrada uma pequena fenda no “pickle fork” (uma estrutura que prende a fuselagem do avião à estrutura da asa), em apenas num avião.

A Boeing, num comunicado, pediu para as companhias também inspeccionarem a área adjacente para garantir que qualquer problema em potencial seja identificado e reparado. “As inspecções adicionais já estão em andamento. Lamentamos o impacto para os nossos clientes e temos um plano de reparação para solucionar quaisquer descobertas.”

Até ao momento menos de 5% dos 1.200 aviões submetidos à inspecção inicial apresentaram fendas. A construtora norte-americana garantiu também que o novo problema foi detectado em três aviões em serviço e num em manutenção.

A FAA emitiu um aviso que agora está a expandir a inspecção para a área no entorno, que abrange outras oito estruturas de fixação. A Southwest Airlines encontrou fendas em três aviões após as inspecções iniciais, tendo retirado as aeronaves de serviço até serem devidamente reparadas.

A Southwest indicou que, depois de concluir as inspecções nas aeronaves obrigatórias, decidiu “continuar as inspecções até que todas as aeronaves NG da nossa frota sejam verificadas”.

A directiva da FAA exige que:

– aviões com 30.000 ou mais ciclos sejam novamente inspeccionados dentro de 60 dias,

– aviões com 22.600 a 30.000 ciclos terão que ser inspeccionados em toda a área antes de completarem mais 1.000 ciclos.

Segundo o porta-voz da Lion Air, a companhia encontrou fendas estruturais em dois aviões B737 NG com menos ciclos do que o limite da FAA para verificações. Os modelos da Lion Air com fendas tinham menos de 22.000 ciclos e agora estão fora de serviço para reparação,