Últimas Notícias:

TAP vai cortar e reduzir voos à partida do Aeroporto Sá Carneiro, no Porto


 

Na edição de hoje, o ‘Jornal de Noticias’ noticia que, face ao verão de 2019, a TAP vai operar menos sete rotas e oferecer menos 705 mil lugares a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, ao contrário das principais companhias internacionais, que reforçam a presença a partir do Porto.

Os números são comparados com os do verão de 2019 e, segundo o Jornal de Notícias, com estas mudanças a companhia irá apenas operar sete rotas internacionais e três domésticas para voos à partida do Porto.

Se por um lado a TAP diminuir a sua operação, a companhia reforça a sua rota para Lisboa com um aumento de 40 mil lugares, mais 20 mil para o Funchal e Paris.

Segundo o ‘Jornal de Noticias’, a TAP vai acabar com as seguintes rotas: Amesterdão, Bruxelas, Barcelona, Madrid, para o aeroporto London City, Milão e Munique. Sem fim de viagens, mas com reduções estão ainda Genebra, Londres Gatwick, Luxemburgo, Nova Iorque e Zurique.

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, acusou este sábado o Governo de querer transformar a TAP numa “companhia regional” para servir o ‘hub’ de Lisboa e a transportadora de “abandonar mais uma vez” o aeroporto Francisco Sá Carneiro.

À Lusa, Rui Moreira considerou “péssimo para a região” a diminuição de rotas da TAP a partir do Porto, considerando que é “tempo de juntar esforços” e lançou o repto ao PS/Porto para que “puxe dos galões” e diga se é ou não cúmplice da opção da TAP de diminuir a presença no Norte do país.

Para o autarca, os portugueses têm que pensar “se se sentem bem” em “pagar a fatura” para que o Governo transforme a TAP numa “companhia regional” para servir Lisboa, lembrando o custo o erário publico que a transportadora aérea representa.

Face às noticias que saíram hoje, a TAP emitiu um comunicado a indicar que duplicou o número de voos a partir do Porto face ao ano passado (subida de 98%). Esta estratégia de reforço entrou em vigor já em Abril e manter-se-á até ao fim do verão deste ano.

O crescimento agora registado dá seguimento à estratégia de recuperação da companhia aérea a partir do Porto, que já no Inverno 21/22 tinha crescido 122% face ao Inverno anterior.

Com a recuperação do tráfego aéreo, a companhia sublinha que tem vindo a investir cada vez mais no aeroporto Francisco Sá Carneiro.

A TAP indica que é a única companhia aérea a efetuar ligações transatlânticas a partir do Porto, transportando para o Norte do país passageiros do Brasil (Rio de Janeiro e S. Paulo) e dos Estados Unidos da América (Nova Iorque).

Este investimento ímpar de uma companhia aérea no Porto reflete-se em 2 ligações para o Rio, 3 para S. Paulo e 2 para Nova Iorque, todas as semanas.

A TAP voa agora 14 vezes por semana para o Funchal, 14 vezes para Londres e 21 para Paris. Para além disso voa 4 vezes para Genebra e Luxemburgo e 3 vezes para Zurique e Ponta Delgada.

Contam-se ainda 70 ligações semanais a Lisboa.