Últimas Notícias:

Indra e Oro Navigacija aceleram a chegada do céu digital europeu à Lituânia


 

A Indra e a Oro Navigacija, a trabalhar em estreita cooperação dentro da Alianza iTEC, converteram a Lituânia num dos primeiros países do mundo preparados para calcular com antecedência a posição de cada aeronave ao longo de toda a sua rota e oferecer uma gestão de máxima precisão dos voos. Este é mais um passo no cumprimento do objetivo da União Europeia de construir um céu digital mais seguro e eficiente.

Para tal a Indra, uma das principais companhias globais de tecnologia e consultadoria, e a Oro Navigacija, entidade responsável pelo controlo de tráfego aéreo, comunicação, navegação, vigilância e informação aeronáutica na Lituânia, implementaram o sistema de gestão de tráfego aéreo iTEC no centro de controlo em rota de Vilnius, integrando-o completamente com a gestão do espaço aéreo inferior e torre para proporcionar um controlo totalmente fluído e sem descontinuidades.

A Lituânia, através da Oro Navigacija, junta-se assim ao grupo de países que gere todo o seu espaço aéreo com tecnologia de última geração. A solução calcula com antecedência a posição exata de cada aeronave em todas as fases do voo para detetar qualquer conflito e oferecer alternativas para evitar atrasos.

O sistema iTEC está preparado para intercambiar informação com qualquer centro de controlo aéreo do continente de forma completamente automatizada. Também permite configurar a gestão do espaço aéreo de forma flexível para se adaptar à procura.

A solução é composta por três plataformas independentes, mas funcionalmente correlacionadas: um sistema de gestão de tráfego aéreo, um simulador para formação dos controladores e uma plataforma de provas, com capacidade para atuar como sistema de contingência se for necessário. A integração destas três plataformas assegura um alto nível de eficiência dos controladores aéreos e engenheiros, bem como a segurança dos voos e a qualidade e continuidade dos serviços de tráfego aéreo prestados.

O iTEC é um sistema de última geração desenvolvido pela Aliança do mesmo nome formada por sete prestadores de serviços de navegação (ANSP) europeus. A alemã DFS e o fornecedor do Reino Unido NATS já operam este sistema, enquanto a ENAIRE (Espanha), PANSA (Polónia), LVNL (Holanda) e AVINOR (Noruega) estão a fazer a sua implementação a bom ritmo.

Mediante o cálculo de trajetórias 4D, o iTEC oferece as tecnologias de automatização mais avançadas. Nos próximos anos vai também incorporar tecnologias de cloud computing e virtualização que revolucionarão o controlo aéreo.

Saulius Batavičius, CEO da Oro Navigacija, afirmou: “Estamos orgulhosos do sucesso da atualização dos sistemas de tráfego aéreo, que constitui uma parte inseparável da associação tecnológica realizada no projeto iTEC. Este sistema permite-nos assegurar excelentes capacidades aos controladores e engenheiros aéreos, assim como uma elevada qualidade de gestão de tráfego aéreo e outros serviços prestados”.

José Luis González, diretor da Indra, referiu: “Estamos satisfeitos por colocar em funcionamento este novo sistema que irá melhorar não só o tráfego aéreo da Lituânia, mas também o de toda a Europa. Este sucesso reforça ainda mais a nossa excelente relação de parceria com a Oro Navigacija, permitindo-lhe assumir um papel central na implementação das seguintes fases do Céu Único Europeu, em colaboração com o resto dos parceiros iTEC e a Indra”.

Vantagens para os controladores

Após o lançamento do sistema iTEC no centro de controlo aéreo de Vilnius, também se implementou o sistema InNOVA no centro de controlo do aeroporto da cidade. O InNOVA é um sistema de controlo de tráfego aéreo automatizado que recebe e processa dados dos radares instalados em Vilnius, Kaunas e Palanga, além de sensores e radares de vigilância na superfície do próprio aeródromo, gravando movimentos e obstáculos.

Ambas as soluções foram avaliadas positivamente pelos Controladores de Tráfego Aéreo da Oro Navigacija depois de vários meses de testes. Entre as suas vantagens destacaram-se os avançados métodos de cálculo que disponibilizam. Anteriormente, os controladores calculavam os possíveis conflitos entre aeronaves medindo distâncias, velocidade, tempo e estimando a velocidade de descolagem e aterragem. Com o novo sistema, os cálculos são executados automaticamente, deixando mais tempo ao controlador para tomar decisões em situações de conflito.

Outro importante benefício do novo sistema é que facilita ligações de dados controlador-piloto (CPDLS) e novos modos de comunicações entre a aeronave e o centro de controlo.

Com a InNOVA os controladores do centro de controlo do aeródromo de Vilnius podem ver o que está a acontecer na plataforma e nas pistas de forma integrada num único ecrã. Isto dá-lhes uma vantagem significativa quando operam com clima adverso ou à noite e a visão direta não é possível.

O sistema também oferece apoio importante através de funções de segurança automáticas, que fornecem alertas aos controladores caso surja qualquer obstáculo na pista. “Caso escape ao controlador que alguém entrou numa pista de descolagem ou que um piloto entrou sem autorização, o sistema ativa um sinal e o controlador pode tomar as medidas necessárias de forma imediata para eliminar o obstáculo, abortando a descolagem ou repetindo a aproximação da pista”, explica Tomas Pagirys, controlador de tráfego aéreo.