Últimas Notícias:

Global Airlines adiou o lançamento da operações comerciais para 2025


 

A nova companhia aérea de longo curso do Reino Unido, Global Airlines, anunciou que adiou o inicio das suas operações para 2025, estando inicialmente previsto para começar ainda este ano.

Se tudo correr conforme o planeado, a Global Airlines deseja inicialmente direcionar a sua frota de Airbus A380, que espera aumentar, para destinos nos Estados Unidos. A empresa tem como alvo Nova Iorque e Los Angeles como locais iniciais a partir de Londres Gatwick.

É preciso sublinhar que a companhia terá de “lutar” para adquirir slots que não são apenas caros, mas difíceis de conseguir para companhias aéreas bem estabelecidas. Além disso, a Global Airlines vai competir com companhia ditas tradicionais como a British Airways, a American Airlines, a United Airlines, a Delta e muitas outras.

De recordar que o primeiro A380 da Global Airlines, operado pela HiFly, chegou no passado dia 1 de maio ao Aeroporto Internacional de Glasgow Prestwick.

A aeronave irá passar por trabalhos de manutenção pesada e retrofit de interiores.

A Global Airlines divulgou um vídeo da visita às instalações da Hi Fly durante os preparativos para o primeiro voo transatlântico doe 9H-GLOBL.

 

 

No dia 15 de fevereiro o 9H-GLOBL realizou o seu primeiro voo de teste, com uma duração de 21 minutos.

O voo foi realizado pela equipa da HiFly que encontrava-se no Mojave Air & Space Port, na Califórnia, nos Estados Unidos, para preparar o primeiro Airbus A380 da companhia

Foto: jamesasquith

Antes do primeiro voo, a tripulação realizou testes na pista, como partilhou o fundador da companhia, James Asquith.

A Global Airlines anunciou que assinou um acordo com a Hi Fly para trabalharem juntas no desenvolvimento e manutenção das quatro aeronaves Airbus A380 da nova companhia.

A Hi Fly, que foi a primeira companhia a operar o A380 no mercado secundário, utilizará a sua vasta experiência na aeronave para trabalhar com a Global não apenas na preparação para o serviço, mas também para ajudar a nova transportadora a concretizar a sua ambição de fornecer aos clientes a melhor forma de voar em serviços comerciais, enquanto se prepara para as operações.

No entanto, ambas as empresas irão explorar novas formas de ampliar a sua colaboração, unidas pela paixão pela aeronave e pela crença partilhada no seu potencial e apelo duradouros. James Asquith, CEO e fundador da Global Airlines, disse: “Este anúncio demorou muito para ser feito e eu disse desde o início que nós da Global queremos trabalhar com os melhores e mais experientes parceiros, e a Hi Fly é exatamente isso. “A grande notícia para nós é que a equipa da Hi Fly conhece o A380 de dentro para fora e será inestimável para nos ajudar com o seu conhecimento da indústria em torno da manutenção e aceitação técnica necessária para a nossa primeira aeronave – todas etapas cruciais antes do início do trabalho de introdução, os nossos novos interiores e outros elementos vitais”.

“Estamos orgulhosos em trabalhar com a Hi Fly e não coloco limites ao potencial desta colaboração.”

Antonios Efthymiou, CEO e Accountable Manager da Hi Fly disse: “Assim que James e a sua equipa anunciaram a Global para o mundo, ficámos muito satisfeitos por fazer parte do renascimento contínuo do A380. “A sua paixão pelo A380 e a crença no seu potencial para transformar a experiência de voo dos passageiros são partilhadas por toda a nossa organização e está claro que existem enormes sinergias entre nós. “Estamos muito satisfeitos por poder compartilhar a nossa experiência com a Global, guiar a aeronave pelos próximos pontos técnicos importantes e, em última análise, devolvê-la ao céu ao qual pertence.”

O primeiro A380 da Global tem com o número de série 120, com cerca de 11 anos e foi entregue inicialmente à China Southern Airlines em fevereiro de 2013. A aeronave permaneceu na companhia até ser retirada de operação em novembro de 2022 e depois armazenada no deserto de Mojave em dezembro de 2022.