Últimas Notícias:

Southwest retirou de operação 130 aviões Boeing 737-800 com dados incorrectos de peso

A Southwest Airlines anunciou esta quarta-feira que retirou de operação temporariamente 130 aeronaves Boeing 737-800 depois que descobriu discrepâncias nos dados de peso da aeronave.

A companhia aérea com sede em Dallas disse em comunicado que “por muita cautela, paramos temporariamente de voar com a respectiva aeronave para inserir os pesos corretos da aeronave em questão no sistema e reiniciar o programa.” A Southwest disse que a discrepância nos dados de peso é de 75 libras.

A Southwest disse que a suspensão temporária dos voos “causaria alguns atrasos e / ou cancelamentos; no entanto, prevemos que o impacto na nossa operação seja mínimo. ”

Em janeiro, a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) disse que estava tentando multar a Southwest em US $ 3,92 milhões por supostas infrações de peso em 21.505 voos em 44 aeronaves entre o dia 1 de maio de 2018 e 9 de agosto de 2018.

A FAA alegou que a Southwest operou os voos com pesos vazios operacionais incorretos e centro de gravidade ou dados de momento, que são usados ​​para determinar quantos passageiros e quanto combustível pode ser transportado com segurança e onde a carga deve ser localizada.

Um relatório de fevereiro do Escritório do Inspetor-Geral do Departamento de Transporte indicava que a FAA violou a sua própria orientação ao tratar do não cumprimento pela Southwest.

O relatório disse que do início de 2018 até agosto de 2019, a FAA permitiu que a Southwest Airlines “continuasse relatando dados imprecisos e não conformes de peso e equilíbrio com base na determinação de risco da transportadora”.

A FAA disse em janeiro que estava a acompanhar o programa de peso e equilíbrio de desempenho da Southwest e “continua a monitorar a implementação (da Southwest) de medidas corretivas”.

Para já ainda não existe qualquer comunicado por parte da Boeing.