Últimas Notícias:

Wizz Air vai operar A330-200F


A Wizz Air, companhia aérea de baixo custo húngara, fundada em junho de 2003 e com sede no Aeroporto de Budapeste Ferenc Liszt na Hungria, já é considerada empresa “nacional” devido ao seu papel durante a pandemia no que respeita aos voos de repatriação, carga e à revitalização da actividade no aeroporto de Budapeste.

Recentemente a companhia deu mais um passo através de um negócio conjunto com o Ministério das Relações Exteriores e Comércio da Hungria, na aquisição de um Airbus A330-200F.

Foto: Tiszavölgyi Dávid

O A330 cargo com a matrícula HA-LHU aterrou ontem em Budapeste, tendo operado anteriormente na Qatar Airways como A7-AFA.

De acordo com as informações, este negócio foi motivado pela necessidade de transportar mais carga durante a pandemia COVID-19.

As autoridades também mencionaram que um operador civil como a Wizz Air poderá receber autorizações de voos e aterragens em vários aeroportos com mais rapidez e facilidade do que um avião militar.

A Qatar Airways operava uma frota de carga com 8 aeronaves Airbus A330-200F, estando a ser substituídos pelo novo Boeing 777F.

O avião tem 6 anos e pode transportar até 70 toneladas de carga, tendo um alcance máximo de 7,400 quilómetros (4,600 milhas).