Últimas Notícias:

Várias companhias já suspenderam os seus voos operados com B737MAX

 

A Administração da Aviação Civil da China ordenou a suspensão de todos os voos realizados com Boeing 737MAX.

Esta suspensão serve como medida de segurança preventiva, após o acidente mortal com o 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines.

Todas as companhias aéreas na China já suspenderem os seus voos com modelos da família B737 MAX após uma notificação que receberam da CAAC nesta manhã de segunda-feira. A CAAC disse que iria emitir uma declaração no seu site sobre o 737 MAX em breve.


Companhias que suspenderam os voos operados com B737MAX:

Lion

Garuda

Companhias Aéreas Chinesas

Ethiopian Airlines

Comair


As companhias aéreas na China operam mais de 90 aeronaves Boeing MAX.

 

A Cayman Airways, que opera uma frota de duas aeronaves 737 MAX 8, anunciou que suspendeu indefinidamente os seus voos em B737MAX. Em comunicado, o CEO da Cayman, Fabian Whorms, disse: “Embora a causa desta triste perda seja indeterminada neste momento, nós mantemos o nosso compromisso de colocar a segurança dos nossos passageiros e tripulação em primeiro lugar, mantendo operações seguras completas e inquestionáveis e, como tal, tomamos a decisão de suspender as operações de ambas as nossas novas aeronaves Boeing 737 Max 8, com vigência a partir de segunda-feira, 11 de março de 2019, até que mais informações sejam recebidas. ”

A administração da Ethiopian Airlines também já ordenou o cancelamento de todos os seus voos operados em B737max.

“Após o trágico acidente do voo ET 302 (…), a Ethiopian Airlines decidiu imobilizar toda a sua frota de Boeing 737 MAX de ontem [domingo], 10 de março, até novo aviso”, pode-se ler no perfil do Twitter da companhia.

Foto: Boeing

Mais uma companhia aérea anunciou a suspensão dos seus voos operados com B737MAX:

“A Comair decidiu retirar o seu 737 MAX 8 de operação, embora nem as autoridades reguladoras nem o fabricante tenham exigido”, disse Wrenelle Stander, diretor executivo da divisão de linhas aéreas da Comair.”