Últimas Notícias:

Transavia France aumenta 26% a capacidade de lugares para o próximo verão


 

A Transavia France está a aumentar a sua oferta de lugares em 26% – um acréscimo de 34% em lugares-quilómetros (ASK) – entre França e Portugal no verão de 2022, face ao mesmo período de 2019. Com este aumento da oferta no próximo verão, Portugal vai ser o segundo mercado da Transavia, ex-aequo com França e apenas atrás de Espanha em capacidade. Globalmente, a companhia aérea low-cost do Grupo Air France-KLM vai oferecer 11 milhões de lugares entre 27 de março e 29 de outubro de 2022, graças ao forte aumento da frota (40 em 2021 para 61 em abril de 2022).

“Após um período bastante disruptivo, que durou mais de 1,5 anos, a Transavia conseguiu reorganizar a sua operação e retomar a sua atividade de forma gradual. Sendo um mercado histórico e estratégico para a nossa operação global, Portugal é um dos melhores exemplos desta recuperação. Após anunciarmos uma oferta de voos equivalente ao verão 2019 no início de abril, mantivemos a nossa promessa e, em julho-agosto, aumentámos inclusivamente em 12% a nossa capacidade de lugares face ao pico do verão de 2019. E, apesar da presença da variante Delta e das restrições, transportámos cerca de 290.000 passageiros entre França e Portugal, com uma taxa de ocupação de 93% em setembro (equivalente às taxas pré-pandemia) e com Lisboa (#1) e Funchal (#4) no top-5 de destinos em volume no pico da estação. É, portanto, para nós um grande prazer anunciar um aumento da oferta no mercado para o próximo verão, incluindo a abertura da nova rota Ponta Delgada – Paris-Orly”, afirmou Nicolas Hénin, Chief Chief Commercial Officer da Transavia France.

Extensões de serviço este inverno, incluindo Faro-Lyon

Sublinha-se ainda que a Transavia continua com um forte desenvolvimento neste Inverno de 2021, devido à continuada expansão da sua frota para 50 aviões ainda este ano. Além da extensão de 8 rotas, incluindo Faro – Lyon (anunciada no início de setembro), estamos a abrir 8 novas linhas: Amã, Roma, Cracóvia, Estocolmo, Berlim e Ilha do Sal em Cabo Verde (a partir de Orly) e Estocolmo a partir de Lyon.

A melhoria da situação sanitária na Europa, nomeadamente no mercado português, está a dar confiança à Transavia para retomar a sua atividade. Porém, de momento, o programa de voos mantém-se em constante evolução e sujeito às condições sanitárias e às restrições impostas pelas autoridades dos países em causa.