Últimas Notícias:

TAP e TAAG com mais voos de ligação Angola-Portugal anunciados até agosto


 

As transportadoras aéreas portuguesa e angolana, TAP e TAAG, vão fazer mais oito ligações entre Angola e Portugal no final de julho e em agosto, segundo fontes diplomáticos e dos operadores.

De acordo com informações disponibilizadas pelo Consulado de Portugal em Luanda, deverão ser operados voos da TAP na rota Luanda-Lisboa nos dias 29 e 31 de julho, às 22:45, devendo os interessados contactar as companhias aéreas ou agências de viagem.

Também a TAAG tem vários voos previstos para ligar Luanda a Lisboa. Segundo informações das agências de viagens, vão ser operados voos nos dias 28 e 30 de julho e nos dias 06, 13, 20 e 27 de agosto.

Todos os passageiros que embarcam nestes voos deverão fazer testes laboratoriais para despistar a infeção por covid-19 previamente, de acordo com as recomendações do Consulado de Portugal em Luanda.

“Por razões de controlo sanitário, passou a ser exigido a todos os passageiros destes voos a apresentação de um comprovativo de teste laboratorial para despiste da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado nas últimas 72 horas antes do embarque, sob pena de lhes ser recusada a entrada em território nacional”, indica o consulado de Portugal.

Os cidadãos nacionais e estrangeiros com “residência em Portugal que excecionalmente não sejam portadores de realização do teste acima referido, serão submetidos, à chegada a território nacional, ao referido teste a expensas próprias”, avisa a representação diplomática de Portugal em Luanda.

No entanto, “estão isentos da apresentação do comprovativo do teste covid-19 os cidadãos estrangeiros em trânsito por Portugal com destino aos seus países, desde que não saiam da zona internacional do aeroporto, salvo se o agravamento da situação epidemiológica assim o determinar”, acrescenta-se ainda.

As autoridades portuguesas recordam que, além dos cidadãos com residência na União Europeia e no espaço Schengen, “será igualmente permitida a entrada de nacionais de países terceiros em viagem por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias, de acordo com o princípio da reciprocidade”.

“Estes casos devem ser validados pelo Consulado Geral de Portugal em Luanda, através do envio do pedido para consulado.luanda@mne.pt”, refere a entidade.

Angola mantém todas as suas fronteiras encerradas desde o dia 20 de março, autorizando apenas voos de carga ou de caráter humanitário para transporte de cidadãos estrangeiros que desejam regressar ao seu país ou repatriamento de angolanos.

O país e a província de Luanda, foco da pandemia, estão sob cerca sanitária, pelo menos até 09 de agosto.

Depois do período de estado de emergência, Angola vive, desde 26 de maio, situação de calamidade pública e conta com 950 casos da covid-19, sendo 667 ativos, 242 recuperados e 41 óbitos.