Últimas Notícias:

S7 Airlines e Aeroflot suspendem voos internacionais


 

A companhia aérea russa Aeroflot anunciou, este sábado, vai suspender temporariamente todos os voos internacionais a partir de 8 de março “devido a circunstâncias imprevistas que impedem os voos”.

Também a companhia aérea russa S7 Airlines anunciou o cancelamento de todos os seus voos internacionais a partir deste sábado, na sequência do encerramento do espaço aéreo de muitos países às aeronaves russas devido à invasão da Ucrânia.

A Aeroflot refere que continuará a voar para Minsk, a capital da Bielorrússia.

A Aeroflot já tinha suspendido há dias todos os voos para a Europa e América Latina devido ao encerramento do espaço aéreo a aviões russos decretado pela UE e outros países europeus e pelo Canadá, a que mais tarde se juntaram os Estados Unidos, em retaliação pela invasão russa da Ucrânia.

“Para os passageiros que ainda estão no estrangeiro no momento em que os voos terminam, a companhia aérea fará todos os esforços para organizar o seu regresso à Rússia”, diz-se no comunicado.

Esta semana, a Aeroflot organizou três voos para Cancun (México) e Punta Cana (República Dominicana) para repatriar cidadãos russos que se encontravam nesses destinos turísticos.

A Aeroflot foi excluida do sistema mundial de reservas e venda de bilhetes,, através do qual trabalham as agências de viagens inscritas na IATA, que é a grande maioria das que estão em atividade em todo o mundo.

Esta decisão bloqueia a venda internacional de viagens em voos da Aeroflot, impossibilitando a companhia aérea de poder contar com essa considerável rede de vendedores, que deverá ser responsável pela grande maioria das vendas de lugares na empresa de transporte aéreo russa.