Últimas Notícias:

Queda de avião provocada por um cigarro


 

A Comissão de Investigação de Acidentes do Nepal já divulgou os resultados do inquérito ao acidente ocorrido no ano passado com um Dash Q400.

O acidente ocorreu a 12 de março de 2018, quando um avião de passageiros Bombardier Dash8 Q400 da companhia US-Bangla Airlines, do Bangla Desh, matrícula S2-AGU, despenhou-se no aeroporto Internacional de Kathmandu/Tribhuvan, na capital do Nepal, na Ásia, após uma aterragem mal sucedida.

O acidente provocou a morte a 51 dos 71 ocupantes. No avião seguiam 67 passageiros e quatro tripulantes.

A comissão de inquérito ao acidente já apresentou o documento final às entidades governamentais, acabando por concluir, que a queda do avião foi motivada por factores humanos e deveu-se  a um ambiente criado no cockpit que provocou a desorientação do piloto que tinha o comando da aeronave no momento da aterragem.

A produção dos resultados desta investigação tive como linha orientadora a análise à gravação do CVR (gravador de voz na cabina de comando), que concluiu que o piloto estava a fumar, no cockpit, e estando descartado o uso de qualquer outro tipo de itens proibidos consumidos durante a viagem.

A Comissão de Investigação determinou que a causa provável do acidente foi provocada pela desorientação e a uma perda completa da consciência situacional por parte do piloto. Contudo as conclusões da comissão de inquérito não são partilhadas pelo departamento de Operações de Voo da companhia aérea, nem por outras entidades com responsabilidades na Aviação Civil do Nepal.