Últimas Notícias:

Qatar Airways oferece mais conectividade a nível global do que qualquer outra companhia aérea

 

A Qatar Airways indicou hoje, em comunicado, que continua a liderar a indústria no fornecimento de conectividade global, retomando voos para pouco mais de metade dos destinos que operava antes da COVID-19. Desde o início da pandemia, a rede Qatar Airways nunca caiu abaixo de 30 destinos com serviços contínuos para cinco continentes. Até meados de setembro, a companhia aérea nacional do Estado do Qatar operará mais de 650 voos semanais para mais de 85 destinos, fornecendo opções de viagem mais flexíveis para destinos mais globais comparativamente a outra companhia aérea.

Durante o mês de setembro, a companhia aérea vai retomar voos para os seguintes destinos:

  • Houston (três voos semanais iniciados a 2 de setembro aumentando para quatro semanais a partir de 15 de setembro)
  • Kathmandu (um voo semanal a partir de 5 de setembro)
  • Mogadíscio (três voos semanais a partir de 6 de setembro)
  • Filadélfia (três voos semanais a partir de 16 de setembro)
  • Sialkot (três voos semanais iniciados em 1 de setembro)

 

A variedade de aviões eficientes e a gestão estratégica de redes da companhia aérea também permitiu aumentar as frequências nos seguintes destinos, fornecendo opções de viagem mais flexíveis aos passageiros:

 

  • Ancara (voos diários a partir de 1 de setembro)
  • Basra (voos diários a partir de 2 de setembro)
  • Djibuti (seis voos semanais a partir de 6 de setembro)
  • Erbil (11 voos semanais a partir de 3 de setembro)
  • Cidade de Ho Chi Minh (voos diários a partir de 15 de setembro)
  • Londres Heathrow (quatro voos diários a partir de 1 de setembro)
  • New York JFK (voos diários duplos a partir de 1 de setembro)
  • Sulaymaniyah (voos diários a partir de 2 de setembro)

O presidente-executivo do Qatar Airways Group, Sua Excelência Akbar Al Baker, refere: “Estamos orgulhosos de ser a principal companhia aérea global que conecta passageiros com o mundo, operando uma das frotas mais jovens, mais eficientes em combustível e sustentáveis para fazer chegar em segurança os passageiros a qualquer local. A reconstrução gradual da nossa rede tem sido focada no fortalecimento de conexões entre o nosso Hub em Doha e os principais gateways em todo o mundo, bem como grandes destinos de negócios e lazer. A retoma dos voos para Filadélfia vai fornecer conexões perfeitas através dos nossos parceiros americanos para vários pontos domésticos importantes, como Atlanta, Detroit e Miami. Da mesma forma, o aumento das frequências para Djibouti, Ho Chi Minh City, Londres e Nova York fornece mais capacidade de ligações aéreas para esses importantes centros comerciais e económicos.

“A recuperação das viagens internacionais levará tempo, mas voltar a mais de 50% da nossa rede pré-COVID-19 é um marco significativo. Restaurar a confiança dos passageiros é fundamental, e estamos orgulhosos por liderar o setor, oferecendo uma das políticas de reserva mais flexíveis e generosas que permite aos clientes planear as viagens com confiança. Ao continuar a voar durante a pandemia, enquanto outros pararam, ganhámos a confiança dos passageiros como uma companhia aérea em que podem verdadeiramente sentir-se seguros. Levámos mais passageiros internacionais para casa do que qualquer outra companhia aérea durante esta pandemia e à medida que as restrições de entrada aliviam e retomamos mais da nossa rede pré-COVID-19, continuamos focados na nossa missão fundamental. que é a de transportar passageiros em todo o mundo de forma segura e confiável. Ainda há milhões de pessoas que não veem os seus amigos e famílias há meses e a nossa crescente rede permite que já possam voar para casa ou façam uma viagem para ver os entes queridos. Com uma frota jovem de aviões eficientes em combustível, como o Airbus A350 e o Boeing 787, que operam a maior parte da rede atual, a Qatar Airways continua a oferecer aos passageiros uma solução sustentável para os seus planos de viagem.

 

A recente frota de aviões sustentáveis da companhia aérea permitiu que continuasse a voar durante a pandemia e rapidamente reconstruísse a rede global com mais de 650 voos semanais para mais de 85 destinos

Os passageiros da Qatar Airways podem desfrutar de opções de viagem mais flexíveis através do aeroporto com mais ligações e melhor do Médio Oriente, o Aeroporto Internacional de Hamad

A companhia aérea vai também retomar os voos para Houston, Kathmandu, Mogadíscio, Filadélfia e Sialkot em setembro

 

“Também permanecemos em contacto próximo com as autoridades australianas sobre as restrições de voo, pois garantir a repatriação contínua de passageiros para o país está a tornar-se um verdadeiro desafio. Apesar das restrições aos passageiros permitidos para serem transportados para o país, continuamos a cumprir a missão de facilitar a repatriação contínua para o maior número possível de pessoas, operando uma robusta rede para cinco cidades, Adelaide, Brisbane, Melbourne (atualmente sem passageiros de entrada permitidos), Perth e Sydney, oferecendo mais voos do que qualquer outra companhia aérea internacional. Enquanto outras companhias aéreas pararam as operações, a Qatar manteve os voos, transportando quase 40% de todos os viajantes internacionais de e para a Austrália entre abril e junho de 2020, ajudando a levar mais de 180.000 viajantes australianos e internacionais para casa desde o início da crise. Esses voos também ajudaram a manter cadeias de necessidades vitais para as empresas australianas, transportando mais de 15.000 toneladas de produtos australianos desde 1 de março de 2020.”

Para garantir que os viajantes possam planear as viagens com tranquilidade, a companhia aérea ampliou as políticas de reserva para oferecer ainda mais opções aos seus passageiros. A companhia aérea permitirá mudanças ilimitadas de data, e os passageiros podem mudar o destino quantas vezes precisarem se estiver dentro de 5.000 milhas do destino original. A companhia aérea não cobrará nenhuma diferença tarifária para viagens concluídas antes de 31 de dezembro de 2020, após as quais as regras tarifárias serão aplicadas. Todos os bilhetes reservados para viagens até 31 de dezembro de 2020 serão válidos por dois anos a partir da data de emissão. Para termos e condições completos visite qatarairways.com/RelyOnUs.

De acordo com os últimos dados da IATA, a Qatar Airways tornou-se a maior transportadora internacional entre abril e junho, cumprindo a missão de levar as pessoas para casa. Isso permitiu que a companhia aérea acumulasse experiência incomparável no transporte de passageiros com segurança e confiança e uma posição única através da reconstrução efetiva da sua rede. A transportadora implementou rigorosamente as medidas de segurança e higiene mais avançadas a bordo dos seus aviões e no Aeroporto Internacional de Hamad.

As medidas de segurança a bordo da Qatar Airways para passageiros e tripulantes de cabine incluem o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para tripulação de cabine e um kit de proteção gratuito e escudos faciais descartáveis para os passageiros. Os passageiros da Classe Executiva em aviões equipados com Qsuite podem desfrutar da privacidade única que este assento comercial premiado proporciona, incluindo divisórias de privacidade deslizantes e a opção de usar um indicador ‘Não Perturbe (DND)”. A Qsuite está disponível em voos para mais de 30 destinos, incluindo Frankfurt, Kuala Lumpur, Londres e Nova York. Para obter detalhes completos de todas as medidas que foram implementadas a bordo e no HIA, visite qatarairways.com/safety.

As operações da Qatar Airways não dependem de nenhum tipo específico de aviões. A variedade de aviões modernos e eficientes em combustível significa que a Qatar Airways pode continuar a voar oferecendo a capacidade certa em cada mercado. Devido ao impacto do COVID-19 na procura de viagens, a companhia aérea tomou a decisão de aterrar a frota de Airbus A380s, pois não é comercial ou ambientalmente justificável operar uma aeronave tão grande no mercado atual. A frota de 49 Airbus A350 e 30 Boeing 787 são a escolha ideal para as rotas de longo curso estratégicas para África, Américas, Europa e Regiões Ásia-Pacífico.

A casa e o hub da Qatar Airways, o Aeroporto Internacional de Hamad (HIA), implementou procedimentos rigorosos de limpeza e aplicou medidas de distanciamento social nos terminais. Os pontos de contacto dos passageiros são higienizados a cada 10-15 minutos e os portões de embarque e balcões dos portões de autocarros são limpos após cada voo. Além disso, desinfetantes para as mãos são fornecidos em pontos de triagem de imigração e segurança. O HIA foi recentemente classificado como “Terceiro Melhor Aeroporto do Mundo”, entre 550 aeroportos em todo o mundo, pelos SKYTRAX World Airport Awards 2020. O HIA também foi eleito o “Melhor Aeroporto do Médio-Oriente” pelo sexto ano consecutivo e “Melhor Serviço de Pessoal do Médio-Oriente” pelo quinto ano consecutivo.