Últimas Notícias:

Qatar Airways conclui reintrodução dos A350 que tiveram problemas na pintura


 

A Qatar Airways colocou em operação o último dos seus Airbus A350 estacionados devido aos problemas de deterioração da pintura da fuselagem.

De recordar que, este problema levou a uma disputa legal, durante 2021 e 2023, entre a Qatar e a Airbus, quando a companhia aérea estacionou – aparentemente por ordem da Autoridade de Aviação Civil do Qatar (QCAA) – mais de vinte A350 devido à deterioração da pintura da fuselagem.

Depois que a transportadora processou o fabricante e exigir uma indenização, a Airbus respondeu com uma contra-acção e cancelou os pedidos pendentes da Qatar Airways.

As duas empresas reconciliaram-se no início de 2023 através de um acordo com os termos não divulgados, apenas que incluía a restauração dos pedidos de A350-1000 da Qatar Airways (cujas entregas foram retomadas em junho de 2023) e os seus cinquenta Airbus A321neo.

O A350-900 com a matrícula A7-ALF e número de série 11, foi retirado das operações da companhia em julho de 2021 e inicialmente estacionado no Aeroporto de Doha Hamad antes de voar para Shannon a 22 de dezembro de 2023.

A aeronave regressou a Doha a 7 de fevereiro depois de ter passado por trabalhos de manutenção e operou o seu primeiro voo comercial depois de mais de 2,5 anos a 16 de fevereiro, entre Doha e Jeddah, com o número de voo QR1190.