Últimas Notícias:

Primeiro Boeing 747-8 operado pela Air Belgium


Como anunciamos anteriormente e numa altura em que a Air Belgium procurava tripulações para operar uma frota cargueira Boeing 747-8, hoje finalmente ficou-se a conhecer o primeiro B747-8F com as cores da companhia.

Na verdade a aeronave surgiu com personalizada com as cores do Grupo Hongyuan na fuselagem e as cores da Air Belgium na cauda.

O Hongyuan Group, tem sede na área económica do aeroporto do Aeroporto Internacional de Pequim Capital, assumiu 7,7% das ações da Air Belgium pertencentes à Aviation Investment Holding, com sede em Hong Kong.

O Hongyuan Group é um fornecedor chinês de serviços integrados de comércio transfronteiriço e, em 2020, escolheu o Aeroporto de Bruxelas como localização estratégica para a sua nova sede europeia, onde construiu um armazém de 8.000 m².

 

Em outubro de 2021, Hongyuan e o Aeroporto de Bruxelas assinaram um Memorando de Entendimento como parceiros estratégicos para desenvolver ainda mais o Aeroporto de Bruxelas como principal porta de entrada de Hongyuan para carga geral e desenvolver fluxos de comércio eletrónico entre a China e a Europa por um lado, e entre a Europa, Américas e África, por outro.

A Hongyuan já opera voos da China para Bruxelas, bem como para Liège, onde possui um armazém de 14.000 m².

Duas aeronaves ex-Saudia B747-8F (HZ-AI3 e HZ-AI4) arrendadas da Aircraft Finance Germany (AFG) sob os registos provisórios M-ABOV e M-ABOW estão agora integradas à frota da Air Belgium para voar para o Hongyuan Group.

O primeiro B747-F já obteve o registo belga OO-ABI, estando os outros dois modelos a aguardar para integrar a frota de carga da companhia e juntarem-se aos 4 Airbus A330-200Fs que a Air Belgium opera para a CMA CGM Air Cargo.