Últimas Notícias:

Presidente moçambicano elogia qualidade da LAM no voo Maputo-Lisboa


 

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, elogiou a qualidade do serviço prestado pela LAM – Linhas Aéreas de Moçambique no voo Maputo-Lisboa, apelando à companhia para aumentar a “ambição” nas suas operações.

Segundo o chefe de Estado moçambicano, é importante encorajar a companhia de bandeira do país “a enfrentar os desafios necessários” para a sua internacionalização.

De recordar que a LAM retomou os voos para Lisboa a 12 de dezembro de 2023, através de um contrato ACMI de um Boeing 777-200ER, com capacidade para 302 passageiros.

Os voos são operados pela euroAtlantic três vezes por semana.

A rota Maputo-Lisboa, abandonada pela companhia há quase 12 anos, faz parte do plano de revitalização da operadora, depois de a empresa sul-africana Fly Modern Arkter entrado na gestão da LAM em abril do ano passado para o processo de restruturação.

A operação de regresso da LAM ao espaço aéreo europeu custa cerca de dois milhões de dólares (1,8 milhões de euros) por mês, avançou em 13 de dezembro o diretor-geral da companhia.