Últimas Notícias:

Passam 4 anos após o acidente do voo 4U9525 da Germanwings


 

A Eurowings faz questão de lembrar nas suas Redes Sociais que todos aqueles que partiram no trágico acidente não serão esquecido:

Passam 4 anos após o acidente do voo 4U9525 da  Germanwings, subsidiária low cost da Lufthansa.

O voo foi realizado com um Airbus A320-211, entre o Aeroporto de Barcelona-El Prat e com destino ao Aeroporto de Düsseldorf.

Em 24 de março de 2015, o avião caiu a cem quilómetros a noroeste de Nice nos Alpes Franceses. Todos os 144 passageiros e seis membros da tripulação morreram.

O acidente foi causado intencionalmente pelo copiloto Andreas Lubitz, que já havia sido tratado por tendências suicidas, porém não informou a companhia do seu estado. Pouco após chegar à altitude de cruzeiro, enquanto o comandante estava fora do cockpit, ele trancou a porta e iniciou uma descida até que o avião embatesse contra os Alpes.

Em resposta ao incidente e as circunstâncias do envolvimento de Lubitz, as autoridades da aviação de alguns países implementaram medidas que exigem a presença dos dois pilotos no cockpit a todo momento.

Três dias após o acidente, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação emitiu uma recomendação temporária para que as companhias aéreas obriguem que pelo menos dois membros da tripulação, incluindo ao menos um piloto, ficasse no cockpit durante todo o voo.