Últimas Notícias:

O Boeing 747 Supertanker despediu-se dos céus

O grupo de investidores que possui o Boeing 747 Supertanker, o Tanker 944, anunciou que vai suspender o projecto do maior avião tanque do mundo.

Esta notícia foi conhecida através de um e-mail enviado, no dia 21 de abril, para os funcionários e para o governo pelo presidente da Global Supertanker: “Esta semana os investidores proprietários do Global SuperTanker acabam de me informar que tomaram a difícil decisão de encerrar as operações da empresa, a partir desta semana … Isso é extremamente decepcionante, pois a aeronave foi configurada e ajustada com um novo sistema de abertura digital e outras atualizações para torná-lo mais seguro e eficiente.”

Reese indicou que está a ser discutida uma proposta com possíveis compradores, não se sabendo se a aeronave continuaria a ser configurada como um avião-tanque capaz de transportar mais de 17.500 galões ou se será usada como um cargueiro convencional.

Sabe-se que a maioria dos funcionários da empresa foram dispensados até que o destino do SuperTanker seja conhecido.

Numa carta de abril de 2020, publicada no site do National Wildfire Coordinating Group, o presidente do National Interagency Aviation Committee, Joel Kerley do Bureau of Indian Affairs, escreveu ao Global Supertanker Services dizendo que o comitê não emitiria uma sétima aprovação provisória para o sistema de retardante da aeronave: “O Subcomitê Interagency Air Tanker não apoia nenhuma outra aprovação provisória sem corrigir alguns problemas originalmente identificados no teste de 2009 do sistema que incluiu falha dar resposta ao nível de cobertura 3 e 6, retenção de retardante no sistema após a queda, aeração do retardante causando rastro e perfis de voo inconsistentes afectando a cobertura retardante.

Devido à situação nacional atual em relação ao Coronavírus (COVID-19), o NIAC emitirá uma oitava aprovação provisória para o GSTS. No entanto, o NIAC não irá oferecer suporte nem emitirá uma nona aprovação provisória até que o GSTS passe com êxito em todos os requisitos dos Critérios IABS de 2013. Isso deve ser concluído antes de 31 de dezembro de 2020.”

No inverno passado, o Tanker 944 passou várias semanas em Moses Lake, Washington, recebendo manutenção de rotina e uma conversão do sistema de distribuição de retardante de um controlador analógico para uma versão digital, uma mudança que foi solicitada pelo National Interagency Aviation Committee.

A maioria das aeronaves tanque transporta até 3.000 galões de retardante, já o Boeing 747 é capaz de transportar muito mais retardantes do que qualquer outro.

Quando foi introduzido pela primeira vez, estava listado em 20.000 galões. Em seguida, o governo federal certificou-o em 19.200 galões.

Mais recentemente, não era necessário transportar mais do que 17.500 galões.

O segundo aviao-tanque aéreo de maior capacidade é o Ilysushin IL-76, de fabrico russo, com 11.574 galões.

O DC-10, até alguns anos atrás, tinha permissão para transportar 11.600, mas as autoridades federais restringiram-no agora a 9.400.

A agência dos Serviço Florestal dos EUA, que faz a contratação destes aviões grandes, demorou a aceitar o conceito de aviões-tanques que podem transportar mais de 5.000 galões.

O Departamento de Silvicultura e Proteção contra Incêndio da Califórnia, CAL FIRE, aceitou o conceito do 747 e do DC-10 mais rapidamente.