Últimas Notícias:

HiFly poderá operar com A340 Cargo para a SpiceJet


 

Depois de iniciar voos de longo curso lowcost, a SpiceJet anunciou que irá contratar um Airbus A340 cargueiro, em regime de wet-lease.

Será o primeiro avião cargueiro widebody na frota da companhia, que só opera Boeings 737 e Bombardier Q400 no seu ramo de carga.

“A introdução do nosso primeiro avião widebody irá tornar-nos como o maior operador de carga do país”, disse o presidente da SpiceJet, Ajay Singh.

A companhia irá operar com o A340-300 em rotas da Índia para a África, Europa e Comunidade dos Estados Independentes (Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Rússia, Tajiquistão, Turcomenistão, Ucrânia e Uzbequistão)

“Nós estamos confiantes que os voos cargueiros de longo curso irão ajudar a impulsionar o negócio dos produtos agrícolas, empresários e companhias farmacêuticas da Índia, dando um acesso nunca visto a novos mercados”, sublinhou Ajay.

Este contrato poderá pertencer à HiFly depois da companhia aérea portuguesa ter alugado o seu A330neo para voos de longo curso da companhia, tendo a SpiceJet (SG) tornado-se a primeira companhia de baixo custo na Índia a operar uma aeronave wide-body Airbus A330-900neo, para voos de médio e longo curso.

O Airbus A330-900neo pode transportar até 371 passageiros em duas classes; 18 business e 353 em económica:

A SpiceJet em declarações à data disse que: “Este A330-900 pode operar na Índia e nos EUA sem escalas. Planeamos utilizá-lo inicialmente para fretamentos, onde quer que seja a procura. ”

A companhia aérea também disse que pode operar a aeronave para voos programados sob as bolhas de viagem que a Índia está formando com alguns países, mas afirmou que “isso é apenas uma opinião”.