Últimas Notícias:

Grupo Saudia encomenda 105 aeronaves da família A320neo


 

A Airbus anunciou que o Grupo Saudia, que engloba as companhias Saudia e a companhia de baixo custo, flyadeal, encomendou 105 aeronaves da família A320neo.

O pedido firme compreende 12 aeronaves A320neo e 93 A321neo, aumentando a carteira de pedidos de aeronaves Airbus do Grupo Saudia para 144 aeronaves da família A320neo.

O acordo foi anunciado no Future Aviation Forum em Riade, na presença de S.E. Saleh bin Nasser AIJasser, Ministro dos Transportes e Serviços Logísticos do Reino da Arábia Saudita, S.E. Eng. Ibrahim Al-Omar, Diretor Geral do Grupo Saudia e Benoît de Saint-Exupéry, Vice-Presidente Executivo de Vendas do negócio de Aeronaves Comerciais.

ELE. Eng. Ibrahim Al-Omar, Diretor Geral do Grupo Saudia, disse: “A Arábia Saudita tem objetivos operacionais ambiciosos para responder à crescente demanda. Estamos a aumentar a capacidade de voos e de assentos nos nossos mais de 100 destinos existentes em quatro continentes, com planos para uma maior expansão. O progresso do A Visão Saudita 2030 atrai mais visitas, turistas, empresários e peregrinos todos os anos. Isto motivou a nossa decisão de garantir este acordo significativo, que criará empregos, aumentará o conteúdo local e contribuirá para a economia nacional.”

“As novas adições às aeronaves da família A320neo desempenharão um papel vital na contribuição para o ambicioso plano Visão 2030 da Arábia Saudita”, disse Benoît de Saint-Exupéry, vice-presidente executivo de vendas do negócio de aeronaves comerciais. “Isso permitirá que a estratégia do Grupo Saudia avance nas capacidades de aviação do Reino, ao mesmo tempo que permitirá que ambas as companhias aéreas beneficiem da eficiência excepcional da família A320neo, da economia superior, do mais alto nível de conforto dos passageiros, bem como do menor consumo de combustível e emissões.”

A Arábia Saudita está a criar oportunidades sem precedentes para a aviação global através da Estratégia Nacional de Turismo Saudita, que visa mais de 150 milhões de turistas até 2030. Esta encomenda com a Airbus desempenhará um papel significativo no fortalecimento da ambição do Reino de se tornar um dos principais destinos turísticos globais.