Últimas Notícias:

EASA suspende todos os voos operados com Boeing B737MAX.


 

Depois de algumas companhias europeias suspenderem as suas operações de forma espontânea dos seus B737MAX, chega a vez da EASA – Agência Europeia para a Segurança da Aviação proibir as operações com este equipamento.

 


O Reino Unido, a Irlanda, a Alemanha e a França suspenderam, temporariamente, os voos operados com o Boeing 737 Max nos seus espaços aéreos.

Os quatro países dizem que a existência de dois acidentes em menos de cinco meses é o suficiente para suspender as operações de voo até as investigações estarem concluídas.

Já esta tarde a UK Civil Aviation Authority – Autoridade Nacional de Aviação Civil do Reino Unido tinha ordenado a proibição de descolagens e aterragens nos aeroportos do país de aviões B737 MAX, bem como o sobrevoo do espaço aéreo britânico de aviões do mesmo modelo.

Segundo o comunicado emitido pela Autoridade esta medida trata-se apenas de “precaução”, até que sejam conhecidos mais dados sobre os último acontecimentos.

A UK Civil Aviation Authority, como pode-se ler abaixo, mantém em contacto com a Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA) e com os reguladores industriais mundiais.


Nenhum Comentário

Deixe uma resposta