Últimas Notícias:

Bestfly Cabo Verde recebe mais um ATR


 

A Bestfly Cabo Verde recebeu mais um ATR72-600 esta sexta-feira, tratando-se da segunda aeronave com matrícula cabo-verdiana.

Trata-se do D4-BFA com o número de série 1099 que realizou o voo de entrega entre Toulouse-Francazal (LFBF) e a cidade da Praia (RAI/GVNP) com escala técnica em Lisboa para reabastecimento. 

O momento foi capturado pelo Spotter Luís Vieira.

Desde dezembro passado que a companhia, que opera os voos domésticos com designação comercial BestFly Cabo Verde, contava com um segundo ATR72-600 em operação, registado em Angola e que este mês deverá regressar a Luanda.

A partir de agora as ligações domésticas serão asseguradas pelas duas aeronaves adquiridas pela BestFly e registadas em Cabo Verde, num investimento que a companhia estima em três milhões de euros em menos de um ano.

A administração da BestFly garante tratar-se de “uma solução de longo prazo” e que representa o “compromisso com Cabo Verde”.

A companhia refere que está também em processo de aquisição de dois aviões mais pequenos, “para assegurar a sustentabilidade da operação durante a época baixa”.

“A frota planeada para a BestFly em Cabo Verde é de seis aeronaves, para assegurar um crescimento robusto, mas sustentável da nossa operação. E é também uma forma de apoiar a promoção do desenvolvimento de um ‘hub’ aéreo em Cabo Verde, numa altura de retoma gradual das ligações aéreas em todo o mundo”, afirma a administração da companhia aérea.

Em dezembro de 2021, a companhia realizou 356 voos ligando as ilhas cabo-verdianas, com 17.413 passageiros e uma taxa de ocupação que rondou 75%. Este mês, a companhia já assegurou 226 voos interilhas, transportando 10.150 passageiros.

O grupo BestFly, de origem angolana, opera em vários continentes no setor da aviação civil e em 05 de julho de 2021 acordou a compra de 70% do capital social da companhia cabo-verdiana Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV).