Últimas Notícias:

Azores Airlines, TAP e Cabo Verde Airlines vão operar voos essenciais entre Cabo Verde e Portugal

 

Cabo Verde e Portugal retomam voos semanais essenciais a partir de 01 de Agosto, via Praia e Mindelo, com a condição de realização de testes à covid-19 nos dois sentidos, anunciou hoje o ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros.

O anúncio da criação do corredor aéreo entre os dois países foi feito durante uma conferência de imprensa, na Cidade da Praia, em que Luís Filipe Tavares esteve ladeado do embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Moniz.

O governante explicou que a decisão de realizar esses voos vem na sequência de um pedido feito por Portugal, afiançando, neste sentido, que serão garantidas todas as condições sanitárias e que os passageiros só poderão viajar mediante a realização de testes PCR (Polymerase Chain Reaction) à covid-19 negativos.

Os voos, por motivos familiares, de negócios, estudos, profissionais, oficiais e de carácter humanitário serão realizados pelas companhias dos dois países, nomeadamente Azores Airlines, TAPe Cabo Verde Airlines.

Foto: Luis Quinta

De referir que o Kiosque da Aviação noticiou no dia 10 de julho que, a Azores Airlines iria iniciar operações fora dos Açores no 4ª trimestre de 2020.

Antes do início da pandemia a companhia estava a preparar uma operação em Cabo Verde que podia incluir rotas para o Brasil, EUA e Portugal Continental.

Na altura faltava a confirmação do tipo de operação, tendo sido hoje confirmado.

“A condição exigida pelo governo português, tendo em conta as recomendações da União Europeia, tem que ver com a realização dos testes nos dois sentidos”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, salientando que esses voos permitirão que Cabo Verde e Portugal continuem ligados económico e socialmente.

Conforme explicou, nesta fase os voos semanais serão realizados a partir de Praia e São Vicente e os voos de origem serão realizados a partir do aeroporto de Lisboa, tendo informado que por razões técnicas, o aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal, não foi incluído na lista.

Luís Filipe Tavares afiançou, ainda, que os voos essenciais entre Cabo Verde e Portugal serão realizados até a data da abertura da fronteira de Cabo Verde.

Por seu turno, o embaixador de Portugal em Cabo Verde destacou o nível de cooperação entre os dois países, adiantando que o seu país abriu uma excepção para os voos essenciais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e alguns voos dos Estados Unidos.

“(…) Não sei quando Cabo Verde irá abrir seu espaço aéreo, mas pelo menos, enquanto não o faz nós iremos continuar a realizar esses voos, para atender essas situações, nomeadamente de carácter humanitário e muito urgentes”, afirmou António Moniz.

Quanto a emissão dos vistos, o diplomata explicou que os Schengen, aqueles que são decididos a nível da União Europeia, ainda se encontram suspensos, informando, por outro lado, que a Embaixada de Portugal já tem instruções para emitir vistos para estudantes.

A fronteira de Cabo Verde está fechada desde Março deste ano, mês do surgimento do primeiro caso do novo coronavírus no País, na ilha da Boa Vista.