Últimas Notícias:

Airbus testa sistema de carregamento para carga militar no Beluga


A Airbus Defence and Space desenvolveu e testou um sistema de carregamento para transportar carga militar desproporcional para a aeronave Airbus Beluga A300-600ST. A capacidade foi testada com sucesso durante um exercício de verificação com as forças armadas alemãs, o primeiro cliente do sistema, carregando um helicóptero militar de médio porte CH53 no Beluga.

“A demanda por capacidade de carga aérea desproporcional está aumentando. A capacidade é escassa e, à luz dos desenvolvimentos geopolíticos atuais, muitos clientes procuram soluções novas, rápidas e eficientes. Isso é exatamente o que oferecemos com nossa frota BelugaST”, disse Michael Schoellhorn, CEO da Airbus Defense and Space.

“As nossas equipas estão a trabalhar numa solução notável para facilitar o manuseio rápido, eficiente e autónomo para carregar cargas militares pesadas na aeronave. Rapidez, agilidade e autonomia são elementos cruciais para nossos clientes quando se trata de tais operações.” O novo sistema de carregamento de carga autofinanciado, desenvolvido por engenheiros da Airbus Defence and Space, foi agora apresentado aos representantes dos clientes das forças armadas internacionais após o evento de verificação em Manching, no norte de Munique. O sistema foi desenvolvido e fabricado do zero em 1,5 ano – desde a troca inicial de ideias com o cliente alemão até sua verificação, que ainda está sujeita à confirmação final pela Bundeswehr nas próximas semanas.

O sistema permite que o carregamento de um CH53, em estado reduzido de desmontagem, esteja concluído em menos de 1,5 horas, enquanto o processo de carregamento real na aeronave Beluga pode ser realizado em cerca de uma hora. A capacidade total de içar do sistema, que não necessita de guindaste para sua utilização, chega a 35 toneladas e pode ser realocada até o destino da aeronave.

Antes de anunciar planos para oferecer os serviços de sua frota BelugaST existente no início deste ano, a frota de cinco aeronaves era usada exclusivamente para o transporte de grandes seções de aeronaves entre vários locais da Airbus como parte do sistema de produção da empresa.

Com o novo BelugaXL, baseado na plataforma A330-200, a frota BelugaST existente está pronta para serviços de transporte dos clientes em todo o mundo.