Últimas Notícias:

Airbus reforça apoio à Índia no tratamento ao COVID-19, através do envio de oxigénio, ventiladores e UTIs móveis


 

A Airbus anunciou que duplicou a sua resposta para a crise COVID-19 na Índia, entregando mais de 36 toneladas de equipamento médico adicional à Cruz Vermelha Indiana (IRCS) e está a realizar voos humanitários para transportar bens, seja em vôos internacionais ou internos.

A Airbus está a entregar Oxigénio, ventiladores, concentradores de oxigénio, máquinas de respiração BPAP e unidades móveis de cuidados intensivos (UTIs), aumentando ainda mais sua contribuição para o esforço humanitário global para enfrentar a segunda onda de infecção COVID-19 na Índia. Um avião de testes A350 já entregou uma parte da remessa, composta por concentradores de oxigénio e ventiladores que saíram da sede da Airbus em Toulouse, França, na passada quarta-feira.

Esta missão humanitária é a segunda parcela de apoio da Airbus ao país. A empresa já contribuiu com fundos para uma resposta consolidada e coordenada pela embaixada francesa na Índia, que incluiu a entrega de oito grandes geradores de oxigénio, ventiladores, seringas elétricas, , filtros antibacterianos e circuitos de tratamento como parte de uma remessa de 28 toneladas. Grande parte do equipamento já está a uso e a ajudar a salvar centenas de vidas em toda a Índia.

“A Airbus apoia a Índia em solidariedade e serviço. O nosso foco é apoiar não apenas os nossos funcionários, clientes e parceiros, como também tantas pessoas da Índia quanto pudermos”, disse Rémi Maillard, Presidente e MD da Airbus India & South Asia. “Esta é a nossa luta comum contra o vírus e nós, na Airbus, estamos empenhados em fazer o nosso melhor para ajudar nestes tempos difíceis, quer na Índia como em todo o mundo.”

Além disso, a Airbus Foundation está em contato com parceiros de ONG internacionais e indianas para apoiar qualquer necessidade de transporte de materiais de socorro a partir da Europa. A Airbus Foundation também garantiu helicópteros para transportar ajuda dentro da Índia. “A crise ainda se está a desenrolar. As suas consequências terão que ser geridas ao longo dos próximos meses”, disse Maillard. ” Os nossos parceiros de ONGs indianas já estão a avaliar o impacto da crise nos meios de subsistência e na educação das crianças. A Airbus expandirá assim o seu apoio para que eles consigam  enfrentar os desafios adicionais.”