Últimas Notícias:

Air France programa voos de São Francisco abastecidos com combustível de aviação sustentável

 

A Air France  e a Shell assinaram um memorando de entendimento que sinaliza a sua intenção de abastecer, a partir de 1 de junho de 2020, os voos com partida do Aeroporto Internacional de São Francisco com uma mistura de combustível de aviação convencional e sustentável (SAF).

Esta colaboração entre a Air France, a World Energy e a Shell ilustra as necessidades do setor; uma provisão de SAF suficientemente desenvolvida, de forma a poder ser integrada nas operações diárias das companhias aéreas.

O SAF é composto essencialmente por gorduras e óleos impróprios para consumo. Este combustível alternativo, certificado pela RSB (4), atende aos mais rigorosos padrões de sustentabilidade e pode ser fornecido através do sistema de hidrante do aeroporto. A companhia aérea antecipa que esta iniciativa vai ajudar a poupar aproximadamente 6.000 toneladas (3) de CO2 (5) num período de 16 meses.

Há muito que a Air France defende a criação de um setor de combustível de aviação sustentável viável. Pioneira no seu uso em voos comerciais, a Air France iniciou os seus primeiros ensaios em 2014 e tem, desde aí, investido fortemente na inovação, sempre em conjunto com os investigadores.

Este é mais um exemplo do esforço da companhia aérea em reduzir a sua pegada ambiental em todas as etapas da cadeia de valor. A sua agenda de desenvolvimento sustentável 2030 inclui a redução das emissões de CO2 em 50%, ou seja, aquilo que a Air France visa alcançar com o investimento em aeronaves de consumo eficiente.

Anne Rigail, CEO da Air France: “Os combustíveis de Aviação Sustentável fazem parte da nossa abordagem à sustentabilidade. Representam uma resposta imediata aos nossos desafios ambientais e por isso, devemos incentivar a sua produção. Esta iniciativa na Califórnia mostra que, quando os países definem mecanismos de incentivo, a produção aumenta e as companhias aéreas recebem os meios para agir. Nós, enquanto comunidade, devemos olhar para esta iniciativa como um modelo e replicá-lo pelo mundo, incluindo em casa, em França.”

Anna Mascolo, vice-presidente da Shell Aviation: “Em conjunto com as novas tecnologias e as compensações, os combustíveis sustentáveis ​​da aviação têm um papel decisivo na redução de emissões das viagens aéreas. Com uma ação urgente e a colaboração da indústria, é possível voar e emitir menos. Contudo, ainda estamos no início deste percurso, com oportunidades significativas para aumentar o fornecimento de combustível de aviação sustentável e replicar sucessos como este globalmente. Na Shell, estamos empenhados em contribuir para uma indústria da aviação mais sustentável. Compromissos como este da Air France têm tudo para acelerar o processo, oferecendo aos produtores a confiança para investirem na construção da capacidade das refinarias e permitindo-nos desenvolver a necessária infraestrutura de abastecimento.”

Bryan Sherbacow, diretor comercial da World Energy: “Estamos orgulhosos por permitir que a Air France e a Shell ofereçam uma solução de combustível de baixo carbono aos seus clientes da aviação. O caminho para generalizar a disponibilidade e o uso de combustível de aviação sustentável passa pela consciencialização e a promoção de políticas de apoio semelhantes às da Califórnia. Esta importante colaboração eleva a visibilidade junto tanto dos consumidores como dos legisladores internacionais.”