Últimas Notícias:

A350 da Air France realizou primeiro voo intercontinental com uma mistura de óleo para fritar como combustível


 

O Airbus A350 da Air France, com a matrícula F-HTYI, realizou esta terça-feira, 18 de maio, o voo AF342 entre Paris e Montreal (Canadá), um voo especial.

Tratou-se do primeiro voo intercontinental a utilizar um combustível com uma mistura de 16% de óleo para fritar.

Este biocombustível, produzido na refinaria que o grupo petrolífero Total em La Mède, perto de Marselha, evitou neste voo a emissão de 20 toneladas de dióxido de carbono (CO2), afirmaram numa declaração as quatro empresas parceiras na experiência.

A Airbus, a Air France, a Total e os Aeroportos de Paris (ADP) sublinharam que esta iniciativa conjunta concretiza a ambição de descarbonizar o transporte aéreo e desenvolver a produção em França de combustíveis sustentáveis para a aviação, um “pré-requisito” para a utilização nos aeroportos do país.

Segundo os cálculos da Air France, a utilização desta mistura de óleo representa um custo adicional por passageiro de cerca de quatro euros para a rota entre a capital francesa e a cidade canadiana.

Para evitar uma perda de competitividade, o objetivo é generalizar a utilização destes biocombustíveis para todas as companhias aéreas.

Paralelamente, a Airbus está a realizar uma série de testes para certificar aviões que podem utilizar 100% de biocombustíveis “nas próximas décadas”.